Após acusações, William Waack pode ter contrato rompido

Autor: Luis Silva

Publicada em


Após ter sido flagrado usando uma frase supostamente racista instantes antes de ir ao ar no “Jornal da Globo”, em 2016, William Waack pode ter contrato rompido com a emissora carioca.

Segundo a colunista Keila Jimenez, os diretores do canal têm analisado o caso para tentar resolver o problema da forma mais justa possível.

Porém, um possível desvínculo não é descartado, já que a permanência do apresentador compromete a postura da emissora, uma vez que a própria Globo já saiu em defesa de Majú Coutinho quando a garota do tempo foi vítima de racismo.

Além disso, colegas de trabalho de Waack estariam profundamente irritados com a postura do âncora, o que pode dificultar o trabalho em equipe.

Para quem não sabe, nas imagens é possível ouvir uma buzina instantes antes do início da participação do âncora no noticiário. Irritado, o veterano disparou: “Está buzinando por que, seu mer%@ do cac#$&*? [..] Deve ser um… não vou nem falar, eu sei quem é…”. Em seguida, o jornalista parece dizer ao seu convidado: “Preto, né?”.

Na última quarta-feira (8), a Rede Globo decidiu suspender o profissional de suas funções dentro da emissora. No comunicado emitido, a empresa garantiu: “A Globo é visceralmente contra o racismo em todas as suas formas e manifestações. Nenhuma circunstância pode servir de atenuante. Diante disso, a Globo está afastando o apresentador William Waack de suas funções em decorrência do vídeo que passou hoje a circular na internet, até que a situação esteja esclarecida”.

 

FONTE: M S N 





Cidades           

Realidade em Foco

Realidade em Foco