Empresa aluga jato para quem quer fingir riqueza

Autor: Luis Silva

Publicada em


Funciona assim: o cliente compra um pacote que varia entre R$ 800 (fotos) e R$ 1400 (vídeos), posa durante duas horas dentro do jato e depois arrasa no Instagram, exibindo uma riqueza de mentirinha. O avião nem sequer levanta voo. É esse o modelo de negócios da Private Jet Studio, mais um exemplo de como a Internet pode encher o bolso de quem tem boas ideias – e os olhos de quem vive nas redes sociais.

O avião utilizado pela empresa, que fica em Moscou, é nada menos que um Gulfstream G650, jato que custa US$ 65 milhões. O cliente pode contratar o serviço já com fotógrafo e maquiador ou ir pronto e usar seu próprio equipamento. Há também um helicóptero, caso a pessoa queira diversificar a riqueza fake.

Nos Estados Unidos, no fim do ano passado, o artista Matty Mo reproduziu o interior de um avião numa loja Fred Segal. Nesse caso, a proposta era alertar as pessoas sobre o perigo de acreditar em tudo que se vê no Instagram. As pessoas visitavam o estabelecimento, em Los Angeles, e posavam sentadinhas (mas contavam que era truque).

Matty Mo© Fornecido por BPP Publicações e Participações Eireli Matty Mo

Quanto tempo será que vai demorar até copiarem a ideia russa aqui no Brasil? Com certeza não vai faltar clientela, já que existe gente que se hospeda em hotéis de luxo em São Paulo e no Rio de Janeiro apenas para fazer várias fotos (com looks diferentes) na piscina e montar um arquivo de imagens.

Cá entre nós, atire o primeiro smart phone quem nunca aproveitou uma sala luxuosa, o iate de um conhecido ou um carro chique para tirar fotos de rede social! Afinal, vivemos num mundo em que, mais do que ser ou ter, o importante é parecer.

Matty Mo© Fornecido por BPP Publicações e Participações Eireli Matty Mo

P.S.: Como o objetivo aqui não é expor as pessoas que contratam o serviço, optei por ilustrar o texto com uma imagem da Getty, feita com modelo profissional. Se quiser saber mais ou ver alguns clientes, visite o Instagram da Private Jet Studio.

Fonte: MSN

Cidades           

Realidade em Foco

Realidade em Foco