Empresa denunciada por vereadora de Lagoa Alegre troca de donos - Realidade em FocoRealidade em Foco | Notícias de José de Freitas e Região

Empresa denunciada por vereadora de Lagoa Alegre troca de donos

Autor: Luis Silva

Publicada em


Após ser denunciada pela vereadora Lucinete Oliveira (PSD) por suspeita de irregularidades em contratos com a prefeitura de Lagoa Alegre, no Piauí, que é administrada pelo prefeito Carlos Magno, a empresa Solução Serviço de Limpeza e Conservação Ltda, misteriosamente, mudou seu quadro societário, tendo saído Nida Jannine de Oliveira Moreira e entrou Ítalo Ramon Alves e saiu Carla Denise Silva e assumiu seu irmão Carlos Daniel da Silva.

Nida Jannine e Carla Denise, antigas donas da Solução (Foto: Facebook de Nida e Carla).

A Solução Serviços foi criada em dezembro de 2016 e tem como atividade econômica principal a “coleta de resíduos não-perigosos” e mais outras quatorze atividades secundárias, das mais diversas e dispares, dentre elas, serviço de transporte de passageiros – locação de automóveis com motorista, serviços de pintura de edifícios em geral, obras de terraplenagem, limpeza em prédios e em domicílios, obras de urbanização – ruas, praças e calçadas, preparação de canteiro e limpeza de terreno, construção de instalações esportivas e recreativas, instalação e manutenção elétrica, instalações hidráulicas, sanitárias e de gás, locação de mão-de-obra temporária, construção de edifícios, perfuração e construção de poços de água e locação de automóveis sem condutor.

Vereadora de Lagoa Alegre-PI, Lucinete Oliveira, autora da denúncia contra a empresa Solução.

A empresa tem como endereço registrado na Receita Federal uma ‘micro sala’ da Rua Santa Rita, 370, no Centro da cidade de Demerval Lobão-PI. No local, a vereadora Lucinete Oliveira não viu movimento de operários e muito menos a existência de um galpão para guardar materiais e maquinários que é fundamental para empresas que atuam nesse ramo.

Em setembro de 2017, período em que a vereadora Lucinete Oliveira fez as denúncias, o capital social da empresa Solução era de 200 mil reais.  Após a mudança no quadro societário, o capital social da empresa foi elevado para R$ 500 mil reais, ou seja, quase triplicou em apenas sete meses.

Carlos Daniel e Ítalo Ramon, novos donos da Solução (Foto: Facebook Carlos Daniel)

O que teria motivado as duas mulheres abdicarem da suposta sociedade? Teria sido medo de ter sérios problemas na Receita Federal, por conta do capital social da empresa registrado em seus nomes?

O blog procurou Nida Jannine, ex-sócia da Solução Serviços, mas ela preferiu não se manifestar sobre o assunto, disse que procurássemos Carlos Daniel, novo dono da Solução. Este, por sua vez, se limitou a dizer por telefone que comprou a parte da irmã e também a parte da sócia dela. O suposto negócio teria sido concretizado em novembro do ano passado (2017).

Veja o registro na Receita Federal dos primeiros donos da empresa Solução:

Veja o registro na Receita Federal dos novos donos da empresa Solução:

Fonte: Folha de Batalha

Cidades           

Realidade em Foco

Realidade em Foco