Globo afasta William Waack após vazamento de vídeo na internet

Autor: Luis Silva

Publicada em


A Globo anunciou nesta quarta-feira que afastou o apresentador do Jornal da Globo William Waack de suas funções até que se esclareça a situação mostrada por um vídeo que circulou nas redes sociais durante a tarde. Em comunicado, a emissora afirma que é “visceralmente contra o racismo” e que Waack diz não se lembrar do que disse no vídeo, mas que pede desculpas. O canal também afirma que vai iniciar conversas com o jornalista a partir de amanhã para decidir “como se desenrolarão os próximos passos”. Nesta quarta-feira, a apresentação do Jornal da Globo ficará por conta de Renata Lo Prete.

No clipe, feito minutos antes de o jornalista entrar no ar para tratar das eleições americanas, no ano passado, Waack diz: “Tá buzinando por que, seu m… do c…?”, ao reclamar de uma buzina que soa na rua. Em seguida, ele balbucia: “Você é um, não vou nem falar, eu sei quem é…” E depois continua com um trecho em que parece dizer: “É preto, é coisa de preto”.

Confira abaixo, na íntegra, o comunicado enviado pela assessoria de imprensa da Globo:

“A Globo é visceralmente contra o racismo em todas as suas formas e manifestações. Nenhuma circunstância pode servir de atenuante. Diante disso, a Globo está afastando o apresentador William Waack de suas funções em decorrência do vídeo que passou hoje a circular na internet, até que a situação esteja esclarecida.

Nele, minutos antes de ir ao ar num vivo durante a cobertura das eleições americanas do ano passado, alguém na rua dispara a buzina e, Waack, contrariado, faz comentários, ao que tudo indica, de cunho racista. Waack afirma não se lembrar do que disse, já que o áudio não tem clareza, mas pede sinceras desculpas àqueles que se sentiram ultrajados pela situação.

William Waack é um dos mais respeitados profissionais brasileiros, com um extenso currículo de serviços ao jornalismo. A Globo, a partir de amanhã, iniciará conversas com ele para decidir como se desenrolarão os próximos passos.”

Fonte: MSN





Cidades           

Realidade em Foco

Realidade em Foco