Governo libera 50 mil reais pra compra de alimentos para desabrigados em José de Freitas

Autor: Luis Silva

Publicada em


Na tarde da última sexta-feira (13 de abril de 2018), o secretário de Agricultura e Desenvolvimento Econômico do Município de José de Freitas-PI, José Iran Paiva Felinto, se reuniu com a equipe da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado do Piauí (SDR) e representantes de sindicatos e cooperativas, para tratar dos recursos para a compra dos produtos da agricultura familiar no Município.

Segundo o secretário José Iran, o Governo do Estado, através da SDR já havia garantido 100 mil reais para a compra dos produtos da agricultura familiar durante todo o ano de 2018 e agora o governador Wellington Dias, após o registro de desabrigados em José de Freitas, depois da ameaça de rompimento da Barragem do Bezerro, autorizou mais 50 mil reais para serem utilizados na compra de alimentos para as famílias atingidas.

De acordo ainda com o secretário José Iran, os agricultores de José de Freitas que vendem seus produtos para a Prefeitura, através da secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Econômico para serem consumidos pelos alunos nas escolas municipais e agora para os desabrigados, são todos cadastrados e cada um pode vender até 6 mil e 500 reais por ano. A compra é feita direta com o produtor.

Os agricultores fornecem os seus produtos como feijão, milho, melancia, peixe, macaxeira e polpa de frutas e em seguida prestam contas para depois receber seu dinheiro. José Iran informou ainda que durante a Semana Santa, os produtores de José de Freitas venderam para a Prefeitura, 3 mil quilos de peixes por 20 mil reais, que foram distribuídos pelo prefeito Roger Linhares para famílias carentes do Município.

Uma comissão formada por representantes da Câmara Municipal, Igrejas Católica e Evangélica, sindicatos, cooperativas e das secretarias de Governo e Semac é quem faz todo o levantamento nas escolas municipais e depois informa a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de José de Freitas, o que deve ser comprado dos agricultores para a merenda escolar.

Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar

O Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar foi criado através do Pronaf em 1996, durante o Governo de Fernando Henrique Cardoso, através do Decreto nº 1.946, com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável da agricultura familiar.

O Pronaf é mais conhecido pelo crédito aos agricultores familiares, mas vai, além disso. Atualmente o programa conta com subprograma de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), que busca fomentar a geração de renda pela agroindústria, turismo rural, biocombustíveis, plantas medicinais, cadeia produtiva, seguro agrícola, seguro de preço e seguro contra calamidade por seca na Região Nordeste.

 

Fonte: Saraiva Repórter

Cidades           

Realidade em Foco

Realidade em Foco