Gurdas Municipais de José de Freitas ameaçam paralisar atividades após redução de salário

Autor: Chagas Silva

Publicada em


Chagas Silva Para o Realidade Em Foco

A corporação da Guarda Municipal de José de Freitas, está revoltada com atual administração do município e ameaçam paralisar as atividades após serem pegos de surpresa com o corte das horas extras do complemento da carga horária extrapolada, e também do adicional noturno garantido por lei ao trabalhador que trabalha durante a noite.

Segundo informações repassadas pela corporação, o corte das garantias foi assinada pelo prefeito Roger Linhares, determinando o desconto no contra cheque dos GMs. Segundo a prefeitura, o objetivo é a contenção de gastos na atual gestão, a medida pegou todos os profissionais da categoria de surpresa, gerando revolta.

Os Guardas relataram ainda, que o corte chega quase R$ 1.000,00 (Um Mil Reais) no contra cheque, interferindo diretamente na renda familiar. Como forma de reivindicar e ter de volta seus salários completo, a corporação informou que poderá paralisar as atividades, caso não seja devolvido a quantia retirada.

Guarda 6

Na tentativa de resolver o imparce, na manhã desta quinta-feira, (05 de Outubro 2017), aconteceu uma reunião na sede do órgão com a assessoria jurídica da prefeitura, e com o Dr. Pacheco representando a categoria, além de alguns vereadores do município.

Guarda Municipal 2

No final da reunião o Secretário Municipal de Segurança, Fco. Borges, se comprometeu em falar com o prefeito para resolver o problema. Segundo ele, foi mantido o corte das horas extra, e vai ocorrer mudança na escala de serviço. Na manhã desta sexta-feira, 06, acontecerá uma nova reunião para tentar acabar o imparce.

Borges 1

Guarda reunião 2

Guarda 2






Cidades           

Realidade em Foco

Realidade em Foco