Homem afirma que namorada morreu engasgada com seu pênis

Autor: Luis Silva

Publicada em


Se livrar de uma acusação não é tarefa fácil e quando se trata de crime contra a vida pode ser ainda mais difícil. Richard Henry Patterson, de 65 anos, é acusado de assassinar a própria namorada  que morreu asfixiada. O idoso nega autoria do crime e  encontrou uma maneira inusitada de ganhar inocência: contou que a namorada morreu engasgada com o seu pênis.

A defesa agora quer que o juiz do caso autorize o réu Richard Henry Patterson a mostrar no tribunal o seu membro sexual, classificado pelos advogados como grande, a fim de embasar a teoria da morte acidental durante sexo oral.

Francisca Marguinez morreu em outubro de 2015, em casa, em Margate, Flórida, nos Estados Unidos, durante um encontro com Richard. Os dois namoravam havia 4 meses.

O corpo da moradora, já em estado de decomposição, foi encontrado deitado de bruços na cama do seu quarto. A condição do cadáver prejudicou o trabalho dos legistas, que deixaram o caso sem conclusão.

Fonte: Com informações do Pagenotfound





Cidades           

Realidade em Foco

Realidade em Foco