Jovem tem amante de 60 anos que a banca e namorado aprova relação

Autor: Luis Silva

Publicada em


A a estudante e modelo Ilham Chocolat, de 25 anos nasceu no Togo, país do noroeste da África, mas mora em Bolonha, na Itália, onde mantém uma incomum relação com seu namorado e outro homem.

O “oficial”, de 36 anos, sabe que Ilham sai direto com o amante, que tem 60. Até viaja com o homem. Mas não há brigas por ciúmes. A universitária costuma ir a jantares e viagens com o “outro”, que dá a ela presentes caros, como roupas, joias e bolsas — e assim os três não discutem. Esse triângulo amoroso tem outros detalhes bem curiosos.

“Como gosto de ganhar essas coisas, e meu namorado não tem como me bancar, ele acabou, depois de um tempo, aprovando meu namorado com o homem bem mais velho”, conta ela, sem revelar os nomes dos dois.

Ilham costumam ir a Roma, para se encontrar com o amante. Ela diz que chega a receber, além dos presentes, uma grana “Foi ele quem propôs, para pagar meus estudos”, justifica ela, que ganha, por mês, o equivalente a R$ 10 mil. “É como um ‘mimo'”,  diz. “Mas que me ajuda muito”.

O namorado não se importa que a amada poste fotos nas redes sociais paramentada com vestidos, calças, blusas e acessórios dados pelo amante mais velho. Ela também curte fazer umas selfies com o “outro”.

“Ele é um médico bem-sucedido que gosta de sair comigo mais pata conversar e ter uma companhia. Só saímos. Não namoramos”, avisa. Mas… Como assim?

É que, segundo Ilham, o amor entre ela e o amante é “apenas platônico”.

“Não tem sexo entre nós”, garante ela, para espanto do repórter do jornal britânico Mirror. “Repetindo: é uma relação mais de amizade do que qualquer outra coisa. Mas claro que adoro receber presentes”, completa, rindo.

lha, que é modelo e costuma ser chamada para fazer ensaios para revistas italianas de moda ou masculinas, diz que nem o namorado oficial nem o amante ligam para a desinibição da moça diante das câmeras.b

Ela e o amante se encontram, “no mínimo”, duas vezes por mês: “Nunca fizemos sexo”, assegura. “Ele diz que gosta de sair comigo para se sentir jovem e com energia”, resume ela que reforça: o namorado não se incomoda nem um pouco com a relação extra-conjugal.

“Formamos, eu e o meu namorado, um casal bem feliz, e grudado um no outro”, ela insiste em dizer.

Foi um amigo dela quem apresentou a garota ao médico. “Ele disse que tinha me visto numa revista e queria me conhecer”, conta.

“Vi as fotos dele num site”, lembra. “Gostei. E achei ele bem mais bacana em pessoa”, Segundo ela, a estranha relação começou há 5 anos.

— Achava-o elegante, maduro, inteligente, bom de papo. Eu era mais nova e me interessei. Disse que já namorava, mas ele adiantou que queria uma relação “não-física” .

“Concordamos que nossa relação nunca irá incluir sexo”, explica. “Ele disse que se sentia bem assim porque é bem mais velho do que eu”, emenda. No luga de transa os dois preferem curtir a vida.

Viajam juntos, ficam em hotéis cinco estrelas — “sem dormir na mesma cama” —, frequentam restaurantes caros e tudo o que o amante faz é presenteá-la. Ela diz que já ganhou até um anel de diamantes.

 

Fonte: hora7

 





Cidades           

Realidade em Foco

Realidade em Foco