Lula deve se apresentar após missa por Marisa no sábado (7)

Autor: Luis Silva

Publicada em


A Polícia Federal decidiu que não vai cumprir o mandado de prisão contra o ex-presidente Lula nesta noite, segundo a Globo News. Também não há previsão de que Lula se entregue nesta sexta – ele continua na sede do Sindicato dos Metalúrgicos em São Bernardo do Campo (SP). A PF informou que não irá ao local nesta noite.

A lei impede que pessoas sejam presas entre 18h e 6h (anoitecer e alvorecer) em locais habitados – e o conceito de local habitado inclui locais de trabalho. Deste modo, não é mais possível prender Lula nesta sexta. Ele continua, desde a noite de quinta, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Dois emissários do ex-presidente Lula ainda negociam com a Polícia Federal os termos de rendição para prisão. Fontes próximas ao petista dizem que ele se apresentará amanhã (7) à PF, logo após missa em memória de sua mulher, a ex-primeira-dama Marisa Letícia, que morreu em fevereiro do ano passado e faria 68 anos neste sábado.

Defesa: ‘Lula não irá para o matadouro de cabeça baixa’

Os advogados teriam informados aos negociadores que após a missa, o ex-presidente Lula se entregaria.

Os advogados que atuam na defesa do ex-presidente Lula estavam resistentes com o plano de ele não se entregar à Polícia Federal até as 17h desta sexta (6), mas mudaram de ideia a passaram a apoiá-lo.

A estratégia de Lula é ficar na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, o marco zero da vida política de Lula, e esperar que a PF venha prendê-lo.

“Não haverá resistência, mas ele não irá para o matadouro de cabeça baixa, por livre e espontânea vontade”, disse à José Roberto Batochio, que cuida da defesa de Lula junto com Cristiano Zanin Martins.

“Não é rebelião”, prossegue Batochio. “É um direito da pessoa preservar a sua liberdade e não contribuir para qualquer ato que possa suprimi-la. Sem violência, é claro”.

A defesa do ex-presidente afirma que há uma doutrina prevendo que não pode ser aplicada uma punição extra a quem está defendendo seus princípios de liberdade.

Um dos temores dos advogados de Lula era de que o juiz federal Sergio Moro decretasse uma segunda prisão caso ele não cumpra as ordens do juiz de se apresentar à Polícia Federal em Curitiba.

Lula e Luis Marinho
Lula e Luis Marinho

LULA NÃO SE APRESENTA

Às 17h (de Brasília) desta sexta-feira (6), venceu o prazo dado pelo juiz federal Sergio Moro para que o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva(PT) se entregasse na sede da Polícia Federal em Curitiba (Paraná).

Vencido o prazo estipulado pelo magistrado, o petista agora pode ser preso em qualquer lugar. Encerrado o prazo, ele é considerado oficialmente procurado pela polícia, mas não foragido.

Lula decidiu permanecer no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, onde está desde a noite de ontem (5).

Juristas explicam que a decisão de Lula não representa um desrespeito à decisão judicial, uma vez que a apresentação dele às 17h era uma oferta, que o ex-presidente poderia ou não aceitar. Agora, a PF e o juiz Sérgio Moro decidirão quando o mandado de prisão será cumprido.

Fonte: Uol

Cidades           

Realidade em Foco

Realidade em Foco