Polícia identifica matadores de ex-cabo do Exército na cidade de José de FreitasRealidade em Foco | Notícias de José de Freitas e Região
BUSQUE NO REALIDADE EM FOCO
Postado em: 05/08/2017

Polícia identifica matadores de ex-cabo do Exército na cidade de José de Freitas

morto 4

A Polícia Civil de José de Freitas-PI, sob o comando do delegado Divanilson Sena já identificou os dois suspeitos de ter matado a pauladas e pedradas na cabeça, naquela cidade, na madrugada da última sexta-feira (4 de agosto de 2017) , o ex-cabo do Exército Brasileiro, José Daniel Melo de Sousa, de 35 anos, que foi encontrado morto por volta das 4 horas da manhã de ontem, na Avenida de Fátima ao lado do Clube do Sesp, Centro.

A informação foi prestada por volta das 8h44min deste sábado (5 de agosto) pelo policial civil Ribeiro que participa das investigações do crime.

De acordo com o agente Ribeiro, a Polícia Civil já sabe os nomes dos suspeitos do crime, mas não pode revelar no momento porque as investigações estão em andamento no sentido de localizá-los. Os suspeitos de matar o ex-cabo do Exército já respondem processos na Justiça de José de Freitas, sendo que um deles foi preso recentemente e está em liberdade condicional e o outro ganhou liberdade do presidio recentemente.

Daniel 1

Segundo informações prestadas pelo sargento-PM Edivaldo Oliveira, lotado no 16º BPM, os suspeitos de matar o ex-cabo Daniel Melo estiveram ingerindo bebidas alcóolicas em um bar na Praça Governador Pedro Freitas, no Centro de José de Freitas, durante a madrugada de sexta-feira (4 de agosto).morto 4

De acordo com o agente Ribeiro, a Polícia Civil apurou até o momento que os suspeitos estiveram ingerindo bebidas no bar da Praça Governador Pedro Freitas, antes da execução do ex-cabo Daniel Melo e depois retornaram novamente ao bar, onde conversaram com algumas pessoas e em seguida desapareceram.

O agente Ribeiro acrescentou ainda que já existem provas suficientes para indiciar os dois suspeitos pela morte do ex-militar Daniel Melo e o delegado Divanilson Sena já requisitou câmeras de segurança de uma residência que fica próxima ao local onde a vítima foi executada. Ribeiro adiantou que os motivos do crime somente depois serão divulgados.

A Polícia Civil agora trabalha para identificar e localizar uma terceira pessoa, no caso, outro homem que por volta das 22h30min de quinta-feira (3 de agosto) foi até a casa de Daniel Melo, em uma motocicleta e os dois saíram juntos, sendo que Daniel não retornou mais para casa, já que foi encontrado morto por volta das 4 horas da manhã da última sexta-feira (4 de agosto).

O ex-cabo Daniel Melo foi encontrado morto com a cabeça toda quebrada com pedradas e pauladas, uma corda amarrada no pescoço e um pedaço de pau na boca. A vítima foi encontrada por populares debaixo de um ônibus na Avenida de Fátima, no cruzamento com a Rua 7 de Setembro.

O agente Ribeiro que participa diretamente das investigações do crime, informou ainda que o delegado Divanilson Sena após concluir as investigações deverá pedir a Justiça, a decretação da prisão preventiva dos suspeitos de matar o ex-cabo do Exército, que foi sepultado no início da noite de ontem (4), na cidade de José de Freitas. O crime contra o ex-militar do Exército foi praticado com requintes de crueldade. Daniel Melo era filho do servidor público estadual,  Delanei, que é muito conhecido em José de Freitas-PI.

Com informações do Saraiva Repórter

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *







Realidade em Foco

Realidade em Foco