Policial será testemunha de acusação em crime ocorrido na Barragem do Bezerro

Autor: Luis Silva

Publicada em


Carlos André Carneiro de Andrade, conhecido como Carlinhos, que está preso acusado de tráfico de drogas vai sentar no banco dos réus na Comarca de José de Freitas-PI, na manhã do dia 12 deste mês de abril de 2017, para ser julgado por uma tentativa de homicídio em que aparece como vítima José Ricardo Lourenço Nascimento, que também está preso acusado de praticar assaltos no município de José de Freitas-PI.

O policial civil Gilson Ferreira Rosa, que trabalha no 17º DP em José de Freitas-PI, foi arrolado pelo Ministério Público como testemunha de acusação no processo em que “Carlinhos” vai ser julgado. O juiz de direito Lirton Nogueira Santos, que vai presidir o julgamento que terá início por volta das 9 horas do próximo dia 12, já encaminhou ofício ao delegado Jarbas Lima, titular do 17º DP, para que apresente o agente Gilson Ferreira para ser ouvido como testemunha do processo em que Carlos André Carneiro de Andrade será julgado pelo Tribunal do Júri de José de Freitas.

José Ricardo Lourenço Nascimento, de 29 anos, sofreu a tentativa de homicídio na madrugada do dia 8 de setembro de 2013, após o encerramento de uma balada na Barragem do Bezerro, na cidade de José de Freitas-PI. José Ricardo foi atingido com um tiro na cabeça e outro na perna, tendo conseguido sobrevier após passar alguns dias internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

ricardo-2

José Ricardo quando também foi preso pelo policial civil Gilson Ferreira

Segundo a polícia, o crime foi motivado por disputa do tráfico de drogas. Atualmente José Ricardo se encontra preso na Penitenciária Regional de Esperantina-PI, acusado de praticar assaltos no município de José de Freitas. O réu Carlos André Carneiro de Andrade responde a vários processos na justiça e também está preso na Penitenciária de Vereda Grande, no município de Floriano-PI. Carlos André vai ser julgado pelo Processo nº 0000.455-46.2013.8.18.0029, no qual ele foi denunciado pelo promotor de Justiça, Sérgio Reis Coelho, acusado de tentar matar José Ricardo a tiros.

PROMOTOR-SERGIO-REIS

Promotor Sérgio Reis Coelho vai atuar na acusação do réu Carlos André

not

Ofício que convoca o agente Gilson para ser ouvido como testemunha

Com informações do Saraiva Repórter

 





Cidades           

Realidade em Foco

Realidade em Foco