Prefeitura de Lagoa Alegre no Piauí contrata engenheiro civil por R$ 36 mil sem licitação

Autor: Luis Silva

Publicada em


A prefeitura de Lagoa Alegre, no Piauí, a 77 km de Teresina, comandada pelo prefeito Carlos Magno Fortes Machado (PMDB), contratou de forma direta, ou seja, sem licitação, o engenheiro civil Agnos Lopes do Nascimento para prestar serviço de fiscalização de obras e execução de projetos no município, conforme especificações e quantidade contratos de processo de dispensa de licitação.

O contrato entre as partes foi assinado no dia 1º de março de 2017 e tem vigência de 12 meses. Pela prestação do serviço, o engenheiro Agnos Lopes do Nascimento vai receber mensalmente a quantia de 3 mil reais, totalizando R$ 36.000,00 (trinta e seis mil reais) por ano.

Para o pagamento do engenheiro, o Município de Lagoa Alegre vai utilizar como fonte de recursos o FPM, ICMS e outras receitas próprias.

Cópia do extrato do contrato foi publicada no Diário Oficial dos Municípios, na edição do dia 12 de abril de 2017, na página 115.

PrefeituradeLagoaAlegre

A pergunta que os opositores do atual prefeito fazem é: – Será que no Piauí só tem um engenheiro civil que possa executar projetos e fiscalizar obras no município de Lagoa Alegre? De fato, a escolha precisa de uma explicação urgente!

Outro lado

A reportagem do Folha de Batalha procurou, na tarde e noite desta segunda-feira (29 de maio de 2017), via WhatsApp,  o presidente da Comissão de Licitações, Adão Barros da Fonseca. “Adão Barros visualizou nossas mensagens, mas não respondeu”, afirma a reportagem do Folha de Batalha.

Veja a cópia do contrato que a prefeitura fez com o engenheiro:

Engenheiro_Lagoa_Alegre

Fonte:Saraiva Repórter





Cidades           

Realidade em Foco

Realidade em Foco