Secretaria do Meio Ambiente e Policia Civil descobrem roubo de terra nas margens da Barragem do Bezerro

Autor: Eudson Almendra

Publicada em


A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo – SEMAT, juntamente com a Policia Civil constataram ontem (16) um roubo de terras nas margens da Barragem do Bezerro. A área invadida é de propriedade do Estado e é considerada uma área de preservação permanente – APP. Além disso, a invasão da área destruiu as matas ciliares do riacho do Bezerro e centenas de árvores nativas como a carnaúba, utilizando de queimadas criminosas.

Além da invasão a propriedade o responsável pelo crime deverá responder ao corte de mais de 500 carnaúbas, ao desmatamento ilegal das matas ciliares do riacho do Bezerro, dentre outros crimes ambientais.

O delegado Divanilson Sena esteve junto de sua equipe do 17 DP, acompanhando a visita ao local. Foi também constatado cerca de 30 gados marcados com as letras JD, que devem identificar as iniciais  do nome ou dos nomes dos supostos invasores.

O Secretário de Meio Ambiente e Turismo, Fernando Freitas está organizando uma reunião com o Ministério Público, Polícia Civil e Associação de Moradores do Bairro Marmelada para tratar do assunto das invasões. O secretário alerta ainda, que “o entorno da Barragem do Bezerro está tomado por invasões, inclusive o próprio paredão da Barragem”.





Cidades           

Realidade em Foco

Realidade em Foco