BUSQUE NO REALIDADE EM FOCO
Postado em: 30/10/2016

Suspeito de tráfico é sequestrado em casa na cidade de União e executado com 16 tiros

Gilson Gomes da Silva

O suspeito de tráfico de drogas identificado por Gilson Gomes da Silva, conhecido por Gilson Banana que foi sequestrado por volta das 22 horas de ontem (29), em sua residência no bairro Morro do Boréu, na cidade de União-PI, por quatro homens que se passaram por policiais foi encontrado morto com 16 tiros, na manhã deste domingo (30 de outubro de 2016), dentro do canavial da Comvap, entre os municípios de Teresina e União, próximo a subestação de energia da Marambaia.

De acordo com informações prestadas pelo capitão-PM Pedro Moreira, que é comandante da Companhia da PM em União-PI, quatro homens em um Gol de cor escura chegaram à casa de Gilson Banana, na noite de ontem (29) gritando que era a polícia e determinando que ele entrasse no carro, sendo que Gilson atendeu as ordens dos homens, que depois desapareceram com ele.

A família de Gilson Banana comunicou o caso as Polícias Civil e Militar que ainda ontem tentaram localizar Gilson, mas não obtiveram êxito, sendo que na manhã deste domingo, o seu corpo foi encontrado crivado de balas dentro do canavial da Comvap, próximo a PI-112, que interliga as cidades de União e Teresina.

O cabo-PM Loiola, lotado na Companhia da Polícia Militar de União, informou que Gilson Banana já tinha sido ameaçado de morte várias vezes, sendo que em uma das ocasiões ele teve que vender um imóvel para pagar dívidas de drogas. Loiola disse que possivelmente Gilson foi executado porque não pagou dívidas de drogas. O capitão Pedro Moreira informou que a vítima já tinha várias passagens pela Polícia de União, por envolvimento com drogas.

Pela forma como o corpo de Gilson Banana foi encontrado dentro do canavial da Comvap, a polícia acredita que ele foi bastante torturado pelos criminosos. O corpo do suspeito de tráfico foi periciado no local por peritos do Instituto de Criminalística do Piauí e depois removido ao Instituto Médico Legal de Teresina, onde permanecia até o início da tarde deste domingo (30) aguardando ser submetido a exames e em seguida ser liberado para a família. O crime está sendo investigado pela Polícia Civil de União-PI.

corpo-2

Gilson Gomes da Silva
Gilson Gomes da Silva
Imagens: Realidade em Foco
Informações: Saraiva Repórter

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *