BUSQUE NO REALIDADE EM FOCO
Postado em: 01/07/2016

TSE nega dois recursos do ex-prefeito de Lagoa Alegre e mantém Gessimar no cargo

Prefeito-e-vice

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na 71ª Sessão Extraordinária Jurisdicional realizada na manhã desta sexta-feira (01/07) negou dois recursos do ex-prefeito de Lagoa Alegre-PI, Messias Moreira Elizardo e do ex-vice-prefeito Edilázaro da Cunha Freitas, que pretendiam retornar aos cargos, dos quais foram cassados, acusados de compra de votos durante as eleições de 2012.

Com essa decisão de hoje (01/07), o TSE manteve no cargo a prefeita Gessimar Neves Borges Costa, que foi a segunda colocada nas eleições de 2012 e que foi empossada como prefeita no dia 17 de outubro de 2013.O TSE rejeitou nesta sexta-feira (1º) embargos de declaração que o ex-prefeito Messias Moreira e o ex-vice Edilázaro Freitas haviam dado entrada naquela Corte, no dia 26 de abril de 2016, após ter sido negado seguimento ao Agravo de Instrumento nº 29392.

O Tribunal Superior Eleitoral negou também neste dia 1º de julho de 2016, o Agravo de Instrumento nº 513, que o ex-prefeito e o ex-vice haviam dado entrada naquela Corte, depois de negado um recurso especial eleitoral. O ex-prefeito Messias Moreira e o ex-vice Edilázaro Freitas teriam recorrido ao TSE pedindo que fosse reformulada decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, que cassou os seus mandatos, mantendo uma decisão da juíza Elfrida Costa Belleza, titular da 16ª Zona Eleitoral no Piauí.

Atual prefeita de Lagoa Alegre-PI, Gessimar Costa
Atual prefeita de Lagoa Alegre-PI, Gessimar Borges Costa

 

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *