Um mergulho na Campeira pode ser uma imersão de paz

Autor: Luis Silva

Publicada em


Uma escada de rochas naturais se apresenta em meio a um cenário de vegetação já desbravada pela ação humana. Esse ponto marca o último estágio antes de se deparar com aquela que se tornou um destino comum entre quem escolhe ter uma experiência de, literalmente, imersão na natureza: a cachoeira da Campeira.

A proximidade com Teresina faz da Campeira um paraíso natural cada vez mais acessado por visitantes. Nesta reportagem, O Dia apresenta os porquês do local ter se tornado um reduto de lazer e aventuras no período em que as chuvas transformam o Piauí em um verdadeiro recanto de cachoeiras.

A localização, sem dúvidas, é um ponto forte. A cachoeira fica a 67 quilômetros distante de Teresina, 30 quilômetros do município de Altos e apenas 10 quilômetros de Alto Longá. Com o acesso reativamente fácil, podendo ser percorrido por carros de pequeno porte, o local atrai pessoas de perfis distintos, que aproveitam a queda d’água e o banho que se estende por uma área de dezenas de metros, entre áreas rasas e profundas, para o lazer.

Diferentes níveis de rochas e terrenos planos se tornam verdadeiras arquibancadas ao redor de todo o banho e, caso pudesse ser dividida entre seus espaços, a Campeira teria na queda d’água de cerca de cinco metros o seu ponto de partida.

Dali em diante, áreas para banhos de diferentes profundidades dividem o público. Crianças se refrescam em pequenas piscinas naturais formadas entre os lajedos e os que buscam mais adrenalina no banho concentram-se na parte mais ao Sul da cachoeira.

As formações rochosas em diferentes níveis ao redor da cachoeira se transformam em ponto de impulso para quem mergulha na aventura de vivenciar completamente o manancial. Nesta parte da cachoeira, a profundidade das águas permite que os visitantes saltem de pontos de cerca de cinco metros de altura. No entanto, há riscos: um pulo mal calculado pode render consequências desastrosas.

Ao longo do banho, as rochas também formam espaços que se assemelham a cavernas, onde o visitante pode aproveitar a sombra e o banho de água morna. Nadar na companhia de pequenos peixinhos também torna o momento ainda mais marcante.

São muitos os aspectos que vão transformando cada ponto da cachoeira em um espaço a mais para ser desbravado e uma experiência a mais para ser acrescentada nos imensos benefícios que o contato com a natureza pode proporcionar. Um mergulho na Campeira pode ser uma imersão de paz.

Fonte: O Dia/Glenda Uchôa
Fotos: Jailson Soares

Cidades           

Realidade em Foco

Realidade em Foco