José de Freitas/PI,  26 de setembro de 2020
 
29 de agosto de 2019 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Acusado de assassinar pedreiro em José de Freitas com pistola é condenado a 38 anos de prisão

Marcos Vinicius Alves de Sousa, vulgo “Pescoço” foi condenado nesta quarta-feira (28/08), em júri popular a 20 anos de prisão pelo assassinato de Samuel Gomes da Silva, 32 anos, ocorrido no dia 22 de julho de 2016, na Rua Washington Craveiro, no bairro Matadouro.

Pescoço já havia sido condenado a 18 anos de prisão pela tentativa de homicídio contra o comerciante Demerval Martins Sales, que foi baleado com um tiro na boca, fato ocorrido na rua do Livramento, no bairro Suco de Uva, deixando a vítima paraplégica.


Marcos Vinicius Alves de Sousa, vulgo “Pescoço” .

Ronaldo Lopes da Silva, vulgo “Macaquinho”, comparsa de Pescoço no assassinato de Samuel Gomes da Silva, foi condenado a 21 anos de prisão em regime fechado.

Samuel Gomes da Silva estava saindo de casa em sua moto vermelha com um primo na garupa, quando foi executado pelos suspeitos “Pescoço” e “Macaquinho” que estavam em uma moto Fan preta, na qual fugiram logo após o assassinato.


Ronaldo Lopes da Silva, vulgo “Macaquinho” .

“Pescoço” e “Macaquinho” foram reconhecidos como sendo os autores do crime pelo próprio primo de Samuel Gomes. Na hora da execução do crime, o primo de Samuel conseguiu pular da garupa da moto e saiu correndo, mas ainda conseguiu reconhecer “Pescoço” e “Macaquinho”.


Tags:

Comentários

icone Facebook