José de Freitas/PI,  11 de dezembro de 2019
 
28 de novembro de 2019 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Acusado de matar duas pessoas em José de Freitas e balear outras duas é preso pela Polícia

Uma guarnição do BPRE, durante ronda ostensiva em Teresina abordaram dois indivíduos identificados apenas como Joclenilton e  Kaká, ambos da cidade de José de Freitas. De acordo com a polícia, a dupla estava em uma motocicleta Honda Bros, sem procedência e com um revólver calibre “38”.

Kaká e Joclenilton.

A dupla foi conduzida para a Central de Flagrantes, onde foram realizados os procedimentos cabíveis ao caso. Ainda segundo a policia, o delegado vai pedir a transferência de João Climilton  para o 17º Distrito Policial de José de Freitas.

Lucas da Silva Rodrigues foi morto e enterrado pelo acusado.

Joclenilton está sendo acusado de vários crimes, dentre eles a morte de  Lucas da Silva Rodrigues, de 17 anos, que o corpo foi encontrado no sábado dia 28 de setembro, enterrado em uma cova rasa no Assentamento Marcos,zona rural de José de Freitas.

Francisco William Pereira da Silva foi morto com quatro tiros.

Joclenilton também é acusado de matar o jovem Francisco William Pereira da Silva, de 21 anos, que foi assassinado com quatro tiros por volta de 1 hora da madrugada desta segunda-feira (25 de novembro de 2019) quando estava chegando a sua residência na Rua Domingos Paulo (Antiga Presidente Kennedy), no bairro Santo Antônio, em frente uma igreja evangélica, próximo o Hospital Nossa Senhora do Livramento.

Jonas levou um tiro no rosto.

Um jovem identificado como Jonas, que é conhecido como Lourinho foi atingido com um tiro no nariz e no rosto no início da madrugada de quarta-feira, dia 20 de novembro de 2019, quando se encontrava em sua residência no cruzamento da Avenida Fausto Gaioso com a Rua Mestre Raimundo, na cidade de José de Freitas-PI, que segundo testemunhas, João Joclenilton foi quem efetuou os disparos.

Neto Paiva levou um tiro na garganta.

O jovem Neto Paiva, residente no bairro Santa Rosa, levou um tiro de revólver na garganta, supostamente efetuado por Joclenilton. Após os disparos, o acusado perseguiu a vitima até sua residência, Neto conseguiu escapar usando o cercado de vizinhos.


Comentários

icone Facebook