José de Freitas/PI,  24 de setembro de 2020
 
23 de abril de 2020 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Animais passeiam pelas ruas de União sem serem incomodos

Já se tornou rotina diária ver animais de grande e pequeno porte soltos pelas ruas de União. Estás que já eram um problema grave nas rodovias, agora se tornaram ameaça constante na cidade. E apesar dos riscos que representam é comum encontrar cavalos,  bois, jumentos e porcos passeando pelas ruas do centro.

jumentos peranbulam pela avenida Filinto Rêgo

A irresponsabilidade e ineficiência do poder Municípal e a frequência com os animais vistos em pracas, avenidas, bancos e até nas sedes de órgãos pertencente a autarquia Municípal é tamanha que os flagras acabam por acabam virar memes nas redes sociais.

animal na porta da UBS do Bairro Beira Rio

Se não estivesse localizada no centro, uma praça que mais parece abandonada seria um local ideal para os cavalos ficarem pastando, algo totalmente inapropriado. É comum ver nas redes sociais, os moradores reclamarem das fezes deixadas pelos cavalos, jumentos e até bois e também dos transtornos que eles causam. “É uma prática típica de sítio. Tem horas que você não consegue passar na avenida, principalmente quando eles estão aqui e há muita sujeira”, diz um cidadão que nao quis se identificar.

animais pastando na Praça Getúlio Vargas
os porcos fuçam tranquilamente
Atrapalhando o trânsito em qualquer parte da cidade.

Além desses transtornos, os animais são um problema de saúde pública. “Mesmo quando esses animais são mantidos confinados próximos às casas das pessoas, isso acaba acumulando fezes, urina e propicia o aparecimento de moscas e algumas doenças”, explica um conceituado veterinário.

No trânsito, o risco que estes animais representa também é grande. É cavalos, e jumentos passeando livremente pela principal avenida da cidade, pastando nas praças que ainda tem grama verde.. Para os motoristas, um cavalo ou uma vaca na rua são obstáculos que se movem de maneira imprevisível. “Para evitar atingir um animal, o condutor deve reduzir a velocidade, sinalizar caso venha veículo atrás, o que na maioria das vezes acaba por causar acidente, pois que vem atrás nem sempre está atento.

Até o momento, a prefeitura municipal não tomou nenhuma atitude, com a finalidade de resolver essas situações, enquanto isso, vários acidentes acontecem, muitas vezes deixando sequelas irreversíveis nas pessoas envolvidas.

Na cidade, até o ano de 2016 havia o serviço de correição, que recolhia os animais das ruas e os levavam para um local onde posteriormente os proprietários poderiam reave-los, após assinarem um termo de responsabilidade.

Um total descaso e absurdo o que se vê diariamente nas rua da cidade, animais soltos, sujeira, população reclamando e o poder Público de braços cruzados.

Fonte: Portal de União


Comentários

icone Facebook