José de Freitas/PI,  19 de junho de 2019
 
31 de março de 2019 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Após sofrer infarto dentro de ônibus na PI-113 em José de Freitas, mulher agradece PMs pelo socorro

Na manhã desta sexta-feira (29), durante a formatura matinal do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE), no Auditório da Escola Fazendária, a senhora Maria dos Remédios Silva Ferreira, técnica em enfermagem, agradeceu publicamente os policiais militares Sargentos J. Matos e Herbert por terem prestado os primeiros socorros fundamentais para salvar sua vida.

No dia 18 (segunda-feira) deste mês, a senhora Maria dos Remédios (54 anos) se deslocava de ônibus de José de Freitas-PI para seu trabalho em Teresina-PI. Durante o trajeto ela começou a  sentir mal estar, dor de cabeça e falta de ar, ao avistar a barreira policial na rodovia PI-113,  desceu do ônibus e pediu ajuda aos policiais militares que estavam de plantão, Maria dos Remédios estava sofrendo um infarto do miocárdio. 

Os sargentos J. Matos e Herbert diante dessa situação iniciaram os primeiros socorros. “Ao assumir o serviço, no dia 18 na PI 113, encontrei a senhora que pediu para ir ao banheiro e, ao retornar, ela não conseguia caminhar e estava com falta de ar, então a coloquei em uma cadeira no ambiente com ar condicionado, e procurei conversar para saber o que ela estava sentido, e ela falou ser hipertensa. Então realizei os primeiros socorros, procuramos os remédios na bolsa dela, demos o remédio com a bombinha que ajudava a respirar. Ela falou que estava com dor de cabeça, então deixei meu parceiro com ela, Sargento Herbert, e fui comprar um remédio para dor de cabeça. Em seguida, a levamos para o alojamento e a dor de cabeça dela não cessava, logo entrei em contato com a chefe dela para levá-la até o hospital”, relatou o Sargento J. Matos, que finalizou declarando ser uma benção e que estava feliz em poder dar um abraço em Maria dos Remédios.

Durante o agradecimento emocionado aos policiais militares, a técnica em enfermagem relatou o ocorrido e sua gratidão. “Estou aqui para um ato de agradecimento, reconhecimento e gratidão a estes dois homens que estavam de plantão naquela barreira no dia 18 de março. Eu sou hipertensa e comecei a passar mal no ônibus, eu desci na barreira e pedi ajuda, e os policiais me socorreram. Se não fossem eles dois, eu estaria morta, pois eu estava enfartando. Então eu devo a minha vida em primeiro lugar a Deus e depois a eles. Eles estavam sempre perguntando como eu estava e me ajudando. O médico que me atendeu disse para eu agradecer a Deus e aos homens que me socorreram, pois eu tinha passado por um infarto, e hoje estou aqui agradecendo este ato de heroísmo e de amor ao próximo. Esses dois já fazem parte da minha família”, finalizou a Maria dos Remédios, emocionando a todos os presentes com seu gesto de reconhecimento e agradecimento aos Sargentos J. Matos e Herbert, que ficaram felizes em reencontrá-la. 

DCOM


Comentários

icone Facebook