José de Freitas/PI,  23 de outubro de 2020
 
8 de outubro de 2020 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Construtora Hidros inicia recuperação da barragem do Bezerro em José de Freitas no Piauí

Operários da Construtora Hidros deram início os serviços de recuperação da barragem do Bezerro, no Município de José de Freitas, no Piauí, que ameaçou rompimento no dia 8 de abril de 2018. Os operários iniciaram a recuperação pelo paredão, onde eles de forma manual estão retirando todas as árvores que estão sobre o paredão. O valor destinado para investimento na barragem do Bezerro é de R$ 16.088.099.46.

De acordo com informações repassadas por um assessor da Construtora Hidros, estão sendo retiradas todas as árvores que estão sobre o paredão da barragem, porque as raízes dessas árvores prejudicam o paredão, causando infiltrações, o que poderia levar, inclusive, ao rompimento da barragem. Cerca de 20 operários estão realizando o trabalho.

Operários retirando as árvores do paredão da barragem do Bezerro, em José de Freitas-PI.

Os recursos para a recuperação da barragem do Bezerro, que é um dos melhores pontos turísticos do Piauí foram destinados pelo Governo Federal, através do Ministério da Integração Nacional, que destinou mais de R$ 15 milhões e teve uma contrapartida do Governo do Piauí, sendo que o valor total para recuperar a barragem é de R$ 16.088.099,46. Barragem do Bezerro, em José de Freitas-PI.

A barragem do Bezerro foi inaugurada em 1993. Um dos mentores dessa grande obra foi o geólogo José Iran Paiva Felinto, que hoje é o atual secretário de Agricultura e Desenvolvimento Econômico de José de Freitas-PI, e que na época, era diretor da Companhia de Desenvolvimento do Piauí (Comdepi), na gestão do Governo Freitas Neto. A barragem do Bezerro fica a 3 km do Centro da cidade de José de Freitas.

Geólogo José Iran Paiva Felinto, um dos idealizadores da barragem do Bezerro, em José de Freitas-PI.

Barragem do Bezerro, em José de Freitas-PI.

A barragem do Bezerro tem 10 milhões de metros cúbicos de água em 1.400 metros de comprimento que fazem a alegria dos turistas piauienses. A barragem é perene e é drenada por alguns cursos d’água, como o riacho Raiz, ou do Bezerro, deu o nome a referida barragem, que atrai um grande número de turistas.Veja como ficava a barragem do Bezerro antes da pandemia do coronavírus.

A barragem do Bezerro ameaçou rompimento no dia 8 de abril de 2018 e somente agora está sendo iniciada a sua recuperação. Na época, Governos Estadual, Federal e Municipal, se uniram para retirar várias famílias que moram nas suas imediações porque elas estavam correndo riscos caso a barragem viesse a romper.

Máquinas aumentaram o sangradouro para a barragem não romper em abril de 2018.

Operários da Construtora Hidros iniciaram a recuperação da barragem do Bezerro.

Fonte: Saraiva Repórter


Comentários

icone Facebook