José de Freitas/PI,  21 de novembro de 2020
 
5 de julho de 2020 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Deputado Assis Carvalho morre aos 59 anos após sofrer infarto

O deputado federal Assis Carvalho, presidente regional do PT, morreu no final da tarde deste domingo, 05 de julho, após sofrer um infarto na cidade de Oeiras. 

Ele estava em sua residência no sítio Beira do Rio, povoado Correntin, na zona rural de Oeiras, onde está morando, com sua família, desde o isolamento social decretado devido a pandemia da Covid-19, quando tudo aconteceu.

O político foi internado no Hospital Regional Deolindo Couto, da cidade de Oeiras e seria encaminhado para Teresina através de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Móvel, mas ainda no hospital do município sofreu três paradas cardíacas e não resistiu. De acordo com informações da assessoria do deputado, ele ainda chegou a ser reanimado uma vez, mas logo em seguida a equipe médica não conseguiu sucesso no procedimento.

Morre deputado federal Assis Carvalho / Crédito: Meio Norte

No dia 18 de maio de 2012 o deputado já tinha sofrido um princípio de infarto também na cidade de Oeiras. Ele estava na cidade para participar de uma audiência pública quando ocorreu o fato. Um avião-UTI saiu de Teresina para realizar o transporte do político do interior até a capital onde passou por uma bateria de exames. 

A família anunciou, que seu corpo será sepultado em Oeiras, em cerimônia rápida e com algumas pessoas mais próximas para obedecer os protocolos da Vigilância Sanitária , em virtude da pandemia da Covid-19.

GOVERNO E PREFEITURA DECRETAM LUTO

O Governo do Piauí, através do governador Wellington Dias, decretou luto oficial no Estado por três dias após a morte do deputado.

O Governo do Estado do Piauí manifestou profundo pesar pelo falecimento do deputado federal Francisco de Assis Carvalho Gonçalves, ocorrido na tarde deste domingo (5). Assis Carvalho foi também deputado estadual, presidente da Agespisa, diretor geral do Detran e secretário de Estado da Saúde. Atuante no movimento sindicalista, filiou-se ao Partido dos Trabalhadores e era uma das principais lideranças da legenda no Piauí e atual presidente do diretório estadual. Neste momento de dor, em nome dos piauienses, o governador Wellington Dias se solidariza com os familiares e amigos de Assis Carvalho e decreta luto oficial de três dias.

A Prefeitura de Teresina também lamentou o falecimento do deputado federal Assis Carvalho, vítima de parada cardíaca na tarde deste domingo, 05. O prefeito Firmino Filho decretou luto oficial de três dias na capital. 

“Em um momento difícil como este, a perda de um homem público com a sua inteligência, capacidade de trabalho e paixão pelo que acreditava nos entristece ainda mais. O Piaui fica sem uma importante liderança que amava e defendia os interesses do nosso Estado como poucos. Que Deus console a família e os amigos. Que a gente saiba valorizar quem sempre esteve ao lado do Piauí”, destacou o prefeito. Assis Carvalho, que era filiado ao PT (Partido dos Trabalhadores), teve relevante serviço prestado em Teresina, tendo destinado recursos para obras importantes na capital. Foi bancário, secretário de Saúde do Piauí, diretor do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e presidente da Agespisa (Empresa de Águas e Esgotos do Piauí S/A). No parlamento, foi deputado estadual e atualmente era deputado federal.

HISTÓRICO

Nascido no povoado Santo Antonio, em Oeiras, casado e pai de três filhos, Francisco de Assis Carvalho Gonçalves era o mais velho de oito irmãos. Começou a trabalhar muito cedo para ajudar nas despesas da casa, dividindo o tempo entre os estudos e a venda de picolés para incrementar a renda familiar. Na primeira vez que entrou numa escola para estudar tinha quase 10 anos de idade. 

Mudou-se para Teresina, onde continuou os estudos e trabalhou como auxiliar de assentador de vidros, auxiliar de escritório, gerente de lojas volantes até passar no concurso para bancário da Caixa Econômica Federal, em 1982. Formou-se em Letras pela Universidade Federal do Piauí no ano de 1997. 

Nos anos 90, Assis liderou o movimento pela democratização da comunicação que teve como ponto alto a instalação de rádios comunitárias em todo o Piauí. Ele foi o primeiro presidente da Associação de Rádios Comunitárias do Estado. 

Assis Carvalho morreu após sofrer três paradas cardíacas / Crédito: Ascom

Como bancário, alcançou importantes conquistas para a categoria, junto com valorosos companheiros que hoje também são destaques: Wellington Dias, Simplício Mário, Jesus Alves, Regina Sousa. Presidiu a Associação do Pessoal da Caixa (APCEF) e foi duas vezes dirigente do Sindicato dos Bancários. Foi ainda membro da diretoria da Confederação Nacional dos Bancários e sócio-fundador da Cooperativa de Crédito dos Bancários de Teresina. 

Militante atuante, destacou-se nos movimentos sociais como presidente da Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal, sendo referência na luta pela implementação de rádios comunitárias e no movimento sindical. Exerceu o mando de deputado estadual, secretário de Saúde, diretor do Detran-PI e presidente da Agespisa (Águas e Esgotos do Piauí S/A). 

Assis Carvalho foi o deputado estadual mais votado pelo PT em 2006, com quase 34 mil votos, sendo um parlamentar influente na Assembleia Legislativa do Piauí. Como deputado estadual presidiu a Comissão de Constituição e Justiça e aprovou projetos importantes como o Código de Saúde do Piauí.  Deputado federal mais votado pelo Partido dos Trabalhadores com quase 100 mil votos.

Fonte: MN


Comentários

icone Facebook