José de Freitas/PI,  29 de setembro de 2020
 
29 de janeiro de 2020 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Enteada se apresenta à polícia e confessa ter matado padrasto a facadas na Zona Norte de Teresina

Uma mulher de 31 anos se apresentou nessa segunda-feira (27) no Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e, segundo a polícia, confessou ter matado a golpes de faca o padrasto porque ele não aceitava ela morando na casa dele. O crime aconteceu na sexta-feira (24) no bairro Matinha, Zona Norte de Teresina e o homem morreu no sábado (25).

De acordo com o coordenador do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Francisco Costa, o Baretta, a suspeita estava acompanhada da mãe e confessou que já havia tentado matar o padrasto outras vezes.

“Em depoimento ela disse que ela e o padrasto não se entendiam. Que ele não aceitava ela morando lá e por conta disso viviam tendo brigas. Ela cheia da situação, em um momento de raiva, resolveu matá-lo”, afirmou Baretta.

De acordo com a polícia, o crime ocorreu na sexta-feira (24), na casa da vítima. “No dia do ocorrido estavam na casa a mãe e o padrasto da mulher, todos bebendo. A mãe é alcoólatra, a filha também e durante essa bebedeira eles tiveram uma discussão”, contou o coordenador do DHPP.

“A suspeita pegou uma faca é desferiu golpes na região do pescoço da vítima, que chegou a ser hospitalizada, mas não resistiu e morreu no sábado (25)”, relatou o delegado. Um inquérito foi aberto e o caso continua sendo investigado.

Após o depoimento a mulher deixou a delegacia e segue em liberdade, devido ao período do flagrante já ter passado e não haver um mandado de prisão em aberto contra ela.

Fonte: G1 Piauí


Comentários

icone Facebook