José de Freitas/PI,  26 de setembro de 2020
 
21 de janeiro de 2020 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

“Eu não vendi, eu dei minha filha”, diz mãe suspeita de vender bebê por R$ 10

A mãe suspeita de vender a filha de três meses confirmou ao Cidadeverde.com que deu a criança para um casal. Ela nega que teria vendido o bebê por R$ 10. 

“Eu não vendi minha filha, eu dei minha filha na terça-feira. Na quarta-feira fui atrás e eles esconderam a menina dizendo que ela não estariam com eles…minha filha não é pedaço de carne para ser vendida”, desabafou. 

A mãe não falou se conhece o casal e em que circunstância entregou a filha. Ela tem 8 filhos, está desempregada e mora no Parque Brasil, zona Norte de Teresina.

Ellen Solange Alves dos Santos, 36 anos,  foi denunciada por vender a filha de três meses por R$ 10. A denúncia foi feita pelos filhos mais velhos.

Hoje o casal apresentou voluntariamente e entregou o bebê na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). O bebê está bem, foi alimentado e o conselho defendeu que a criança seja levada para um abrigo.

“Tem a parte do conselho que será feita agora a tarde. Queremos garantir a segurança da criança. Temos de ter toda a ciência do caso”, informou o conselheiro Frederico Kaiser, da região da Grande Santa Maria.

O filho mais velho da vítima, de 20 anos, informou que apenas três dos sete irmãos estavam morandocom a mãe. Os outros 5 filhos moravam com avós e tios. 

Segundo o filho mais velho de Ellen, uma vizinha do casal que recebeu a criança teria ido à casa de sua avó avisar sobre o ocorrido. A mulher, de acordo com ele, é parente do casal que recebeu a menina.

Ele informou que quando sentiu falta da criança, a mãe alegou estar embriagada.  “Só disse que estava bêbada, que tinha uma pessoa induzindo ela a dar a criança”, disse o jovem.

O interesse dos irmão é que bebê seja cuidada pela família.

Fonte: Cidade verde.com


Comentários

icone Facebook