José de Freitas/PI,  27 de setembro de 2020
 
4 de agosto de 2020 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Família da cidade de União procura por adolescente que desapareceu da casa da tia em Teresina

Por Jayrane Melo

Uma família que mora na cidade de União, à 65 km da capital do Piauí, Teresina, busca desesperadamente pela adolescente Maria Gabriele Fernandes Viana, de 16 anos, que desapareceu desde a quinta-feira passada dia 30 de julho supostamente com o namorado (maior de idade) que não teve o nome identificado, que também é de União, segundo alega os parentes da menina.

Adolescente desaparecida Maria Gabriele

O pai da adolescente, Francisco das Chagas, que é professor da rede municipal de ensino da cidade de União, relata que a adolescente tem um relacionamento com o rapaz há mais de 3 meses sem o consentimento e conhecimento da família e que  depois de um caso ocorrido há uns meses atrás, onde o namorado da adolescente chegou a pular a janela do seu quarto, a família decidiu então, mandar a moça para morar na casa de um tio na capital Teresina.

Na quinta-feira  passada dia 30 de julho, Lidriane Santos Fernandes, mãe da adolescente, soube de uma suposta fuga da menina com o namorado e logo se deslocou de União para Teresina onde a moça estava. Na parte da tarde por volta das 16hs, o namorado da adolescente chegou em uma moto na frente da residência  que a menina estava e fugiram, sendo que a moça estava somente com a roupa do corpo e descalça. A mãe então ficou desesperada na Rua, frente da casa gritando por sua filha.

Ainda de acordo com a família, ela não entrou mais em contato, no que motivou aos pais registrar um Boletim de Ocorrência junto à Polícia Civil para que haja a possibilidade de buscas à adolescente. Até o momento a única notícia que tiverem foi por populares que chegaram a ver o casal em uma casa de um bairro de Teresina na segunda-feira (03). Ainda não há notícia do paradeiro de Maria Gabriele.

Boletim de Ocorrência

Abrigar criança e adolescente sem autorização é crime e a pessoa que o pratica poderá ser responsabilizada penalmente. O adulto que abriga menor em casa sem autorização do responsável (pais) poderá responder pelos crimes de induzimento a fuga ou subtração de incapaz, previstos nos artigos 248 e 249 do Código Penal Brasileiro (CPB).

O artigo 248 do CPB prevê pena de detenção de um mês a um ano ou multa para quem “Induzir menor de dezoito anos, ou interdito, a fugir do lugar em que se acha por determinação de quem sobre ele exerce autoridade, em virtude de lei ou de ordem judicial; confiar a outrem sem ordem do pai, do tutor ou do curador algum menor de dezoito anos ou interdito, ou deixar, sem justa causa, de entregá-lo a quem legitimamente o reclame”.

O crime previsto no artigo 249, do CPB, “Subtrair menor de dezoito anos ou interdito ao poder de quem o tem sob sua guarda em virtude de lei ou de ordem judicial”, tem como pena detenção, de dois meses a dois anos, se o fato não constitui elemento de outro crime.

A mãe da adolescente está desesperada e pede para quem tiver notícias do paradeiro de sua filha entre em contato com a família ou com a Polícia. Se alguém tiver alguma informação que possa ajudar a localizá-la, entre em contato com o pai pelo número: (86) 9 9426-2580 ou entre em contato com a Polícia.

Maria Gabriele, 16 anos


Comentários

icone Facebook