José de Freitas/PI,  7 de dezembro de 2021
 
11 de novembro de 2021 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Frentista executado em posto era investigado por homicídio e recebia ameaças

O frentista Guilherme Santos da Luz, 20 anos, morto na tarde desta quarta-feira (11) em um posto de gasolina na Avenida João XIII, era investigado por suspeita de participação no homicídio de um entregador de delivery no último mês de agosto, no bairro Mocambinho, zona norte de Teresina. 

Na ocasião, o entregador Rafael Pereira foi baleado no momento em que chegava à hamburgueria em que trabalhava. Ele chegou a ser socorrido e levado ao Hospital de Urgência de Teresina, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas após dar entrada na unidade.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga se há alguma relação entre os dois crimes. Segundo o delegado Francisco Baretta, coordenador do DHPP, familiares do frentista relataram que ele vinha recebendo ameaças nos últimos dias. 

“Ele já foi investigado aqui no departamento por um assassinato. Inclusive, segundo a família, ele vivia recebendo ameaças. Agora não se sabe se ele foi morto por ato vingativo dessa morte. O inquérito policia vai dizer, porque já estamos começando a ver as circunstâncias que levaram à morte dele. Conhecendo as circunstâncias, vamos chegar à autoria material do crime”, explicou. 

Ainda segundo o coordenador do DHPP, todos os indícios apontam que o homicídio do frentista tenha sido premeditado pelos autores. 

“O que se denota é que havia o objetivo de matar a pessoa. Os indivíduos estavam à espreita, esperaram o momento adequado. No momento em que a vítima estava atendendo o cliente, eles entraram repentinamente e efetuaram os disparos de arma de fogo. A vítima foi atingida por pelo menos seis disparos, em várias partes do corpo”, relatou o delegado Baretta. 

O crime 

O frentista Guilherme Santos da Luz foi morto a tiros na tarde desta quarta-feira (10) em um posto de gasolina localizado na Avenida João XXIII, zona leste de Teresina.  A vítima trabalhava no local no momento em que os suspeitos chegaram em uma motocicleta e efetuaram os disparos.

FONTE: CIDADE VERDE


Comentários

icone Facebook