José de Freitas/PI,  25 de outubro de 2021
 
3 de maio de 2021 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Funcionários da Vikstar fazem nova paralisação após atrasos nos pagamentos

O funcionários da Vikstar Teresina realizam uma nova paralização após, mais um vez, a empresa atrasar pagamentos.

No mês passado houve atraso nos salários e benefícios, após a empresa Vivo cancelar o contrato com a empresa de teleatendimento, e apesar da operadora ter feitos os pagamentos antecipados.

Mas a Vikstar não cumpriu o acordado e não pagou os vales transporte e refeição no último dia 30 de abril.

“É uma demonstração de falta de compromisso e um desrespeito aos trabalhadores” afirma João de Moura Neto, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações no Estado do Piauí.

Segundo ele, houve o compromisso na audiência com o desembargador Manoel Edilson, em que todos os compromissos de pagamento deveriam ser cumpridos normalmente até a completa desmobilização das atividades em 18 de junho.

Insatisfeitos e sem ter como comparecer ao trabalho por falta dos vale transporte e também sem recursos para alimentação, os empregados decidiram em assembleia realizada neste domingo (02/05), que paralisariam as atividades só retornando ao trabalho depois de receber os vales devidos.

Moura conclui lamentando que, depois de oito anos em Teresina, a Vikstar tenha um encerramento de atividades tão desrespeitoso com seus empregados.

“São trabalhadores que dependem do emprego para sobreviver com dignidade, o contrato acabou e serão todos demitidos, até lá, deveriam ser respeitados por tudo que contribuíram para o êxito do contrato. Tratá-los assim, sem nenhuma consideração do pode ser respondido com uma paralização das atividades”, finalizou.

Fonte: 180graus


Tags:

Comentários

icone Facebook