José de Freitas/PI,  23 de novembro de 2020
 
6 de novembro de 2020 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Gás de cozinha tem novo aumento e botijão pode chegar a R$ 90 em José de Freitas

O gás de cozinha teve mais um aumento a partir desta quarta-feira (4) e o botijão pode chegar a R$ 90 na ciade de José de Freitas . A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Revendedores Autorizados de Gás Liquefeito de Petróleo.

O anúncio foi feito pela Petrobras e vale para o botijão de gás de 13 quilos. Essa é a nona vez, somente este ano, que o valor do produto sofre reajustes.G

Somente em 2020, a Petrobras aplicou oito reajustes no preço do produto e um deles foi feito pelas distribuidoras de gás de cozinha. O último aumento aconteceu em 20 de outubro, também feito pela empresa (veja detalhes abaixo).

Prejuízo

Por meio de nota, o presidente do Sindicato das Empresas Transportadoras e Revendedoras de Gás (Sindivargas), Sérgio Costa, informou que o reajuste trará impacto aos consumidores. “Em meio a inúmeros reajustes é impossível as empresas absorverem mais esse aumento”, disse.

“Nossa preocupação é com a prestação do serviço que disponibilizamos ao consumidor, tantos aumentos fazem com que empresas ministrem cortes nos custos que podem gerar prejuízo ao consumidor.”

Segundo o presidente do sindicato, o custo do serviço de entrega já é alto e pode ser “comprometido” depois dos aumentos. “Precisamos de mais transparência na política de preços adotada pela Petrobras”, disse.

A Petrobras explicou ainda que, desde novembro de 2019, igualou os preços do GLP (gás liquefeito de petróleo) para os segmentos residencial, comercial e industrial, produto que é “vendido a granel”.

“As distribuidoras são as responsáveis pelo envase em diferentes tipos de botijão e, junto com as revendas, são responsáveis pelos preços do consumidor final”, comentou.

A empresa afirmou que 43% do preço ao consumidor final correspondem à parcela da Petrobras e os demais, 57%, referiam-se a tributos e margens de distribuição de venda, conforme acompanhamento feito pela companhia.

Fonte: G1


Tags:

Comentários

icone Facebook