José de Freitas/PI,  26 de fevereiro de 2021
 
11 de fevereiro de 2021 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Governo do Estado inclui trabalhadores em educação na 2ª fase de vacinação contra Covid

O sindicato dos professores e auxiliares da administração escolar do Piauí (Sinpro) conseguiu, junto ao Governo do Estado, antecipar a vacinação da categoria para a segunda fase de imunização estadual. Antes, os docentes estavam na quarta fase. 

A entidade alegou que era necessária esta reavaliação, para uma retomada das aulas presenciais com maior segurança para todos, já que os alunos necessitavam de retornar para melhor aproveitamento do conteúdo e de maior interação social e os professores “de certa forma somos vetores desta doença pois estamos em contato com muitos alunos”. 

“Apesar das garantias de segurança higienicossanitárias, em virtude do Plano de Segurança Sanitária e Contenção da Covid-19, o professor, principalmente da rede privada de ensino, em razão de trabalhar em diversas escolas e tendo que circular diariamente entre elas torna-se um possível meio de transmissão do vírus (…) 

Solicitamos a Vossa Excelência que reavalie a posição dos trabalhadores em educação para que possam ser vacinados em fase anterior a prevista, tendo em vista que a garantia de um ambiente educacional seguro é uma condição para o estabelecimento de uma relação social de maior tranquilidade”, argumentou Jurandir Jacy Soares Filho, presidente do Sinpro, em ofício enviado ao governador Wellington Dias no dia 03 de fevereiro.

Na última segunda-feira(08), o sindicato recebeu uma resposta do secretário estadual do Governo, Osmar Júnior, informando que o assunto foi discutido e acordado a mudança da categoria para a segunda fase de imunização, que ainda não tem uma data prevista para acontecer, mas o presidente comemorou a decisão.

“Realmente uma grande Vitória, pois estamos numa situação vulnerável diante da disseminação desta doença. Porém ainda não foi confirmada nenhuma data de início da vacinação”, afirmou Jurandir Jacy. 

As aulas na maioria das escolas particulares retornaram de maneira híbrida, parte remota, para presencial a partir dos 3 anos de idade. Nas creches, o ensino é totalmente presencial, cumprindo o protocolo do governo do estado de 18 de dezembro. 

Já as escolas estaduais o ensino está totalmente remoto, tendo as aulas iniciadas no dia 1º de fevereiro. Em Teresina, a princípio também continuará remoto, mas há a proposta de algumas séries serem híbridas, no entanto ainda não há uma decisão. A reunião acontece nesta quarta-feira(10). 

Fonte: Cidadeverde.com


Comentários

icone Facebook