José de Freitas/PI,  26 de junho de 2022
 
20 de maio de 2022 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Governo do Piauí gasta R$ 1,067 milhão e não conclui reforma de estádio em Miguel Alves

O Governo do Piauí, através da Fundação dos Esportes do Piauí (Fundespi), gastou R$ 1.067.063,49 com a contratação de empresa de engenharia para a reforma e a ampliação do Estádio de Futebol Torrão, no Município de Miguel Alves-PI, a 110 km de Teresina, que seriam concluídas em 60 dias.

Dois anos depois, a placa do Governo do Piauí continua na frente do estádio, mas não existem obras que apontem para a conclusão da reforma e ampliação do Estádio Torrão, ainda neste ano de 2022.
A realidade é que o Estádio de Futebol Torrão está abandonado e sem expectativas de que ocorram no espaço jogos, torneios e campeonatos.

O próprio portão do Estádio de Futebol Torrão está parcialmente destruído pela ferrugem com o metal carcomido em suas pontas e não consegue mais ser fechado com cadeado e  pedaços de madeira velhos estão espalhados por todos os locais.
Os espaços que seriam destinados a vestiários e banheiros para os atletas estão destruídos, inclusive o concreto, não têm portas; as janelas tiveram os vidros quebrados; os combogós foram destruídos; o chão está tomado de folhas secas; e não têm chuveiros.

Veja a situação em que se encontra o Estádio Torrão, na cidade de Miguel Alves, no Piauí.

Os fios elétricos estão soltos e sem mais nenhuma conexão com sistema de energia.
Os locais dos banheiros dos atletas e torcedores não têm pias e sanitários.
Por todo o estádio são vistos muitos sanitários quebrados, portas de vidro jogadas e muito lixo.
No gramado é vista a dimensão do abandono do Estádio de Futebol Torrão. Todo o gramado é tomado pelo capim alto, lama, lixo e área de brejo. O capim está na altura das traves do campo de futebol.
O aposentado Demerval Ribeiro dos Santos, de  78 anos, declarou que quando o ex-prefeito de Miguel Alves, que era do PT, perdeu as eleições, o Governo do Piauí abandonou o Estádio de Futebol Torrão.

Veja a situação do Estádio Torrão, na cidade de Miguel Alves-PI.

“Antes o estádio era muito movimento e tinha jogos”, declarou Demerval Ribeiro. 
O trabalhador autônomo  Luís Oliveira disse que é essencial que a reforma do Estádio de Futebol Torrão seja concluída porque os jogos movimentam a cidade e geram lucros para os vendedores.
“Como consequência, essa movimentação em todos os jogos de futebol geram lucros, empregos e renda”, afirmou Luís Oliveira.

Fonte: TV Piauí/Efrém Ribeiro


Comentários

icone Facebook