José de Freitas/PI,  4 de dezembro de 2021
 
1 de novembro de 2021 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Investigado por roubo a Banco em Miguel Alves é morto pela Polícia

Uma operação policial em Minas Gerais resultou na morte de 26 membros de uma quadrilha especializada em roubo a bancos neste domingo (31), em Varginha-MG. Um dos mortos, identificado como José Filho de Jesus Silva Nepomuceno, era investigado pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado – GRECO, da Polícia Civil do Piauí, pelo assalto ao Banco do Brasil da cidade de Miguel Alves, em 2020. As informações são do Portal GP1.

De acordo com o delegado Tales Gomes, coordenador do GRECO, o criminoso tinha um mandado de prisão em aberto pelo assalto cometido no Piauí. “Bandido era alvo de investigação do Greco e tinha mandado de prisão em aberto por conta do roubo ao Banco do Brasil de Miguel Alves, em 2020. Foi morto em confronto com a polícia em Minas Gerais hoje”, pontuou o delegado.

Foto: Divulgação/PC PIJosé Filho de Jesus Silva Nepomuceno

A ação policial deste domingo, em Varginha, envolveu a Polícia Militar de Minas Gerais, a Polícia Rodoviária Federal e o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). A suspeita é que a quadrilha realizaria um grande assalto a banco na noite deste domingo (31), na modalidade conhecida como “Novo Cangaço”.

Confrontos e apreensões

Segundo a PRF, os confrontos com os criminosos ocorreram em duas abordagens distintas. Na primeira, os bandidos atacaram as equipes policiais e 18 criminosos morreram durante a troca de tiros. Em seguida, as forças de segurança localizaram o restante da quadrilha em uma chácara e, após intensa troca de tiros, oito suspeitos morreram.

Durante os confrontos foram recuperados explosivos, armas longas ponto 50, 10 fuzis, além de granadas, munições, coletes, miguelitos, veículos roubados e mais armas. Uma carreta que daria suporte ao bando também foi apreendido.

Fonte: Clique União


Comentários

icone Facebook