José de Freitas/PI,  10 de dezembro de 2019
 
11 de maio de 2019 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Menina desaparece após pegar transporte clandestino na rodoviária de Barras

ma estudante desapareceu após pegar um transporte clandestino na rodoviária de Barras. É comum proprietários de carro de passeio cobrarem para levar passageiros para outras cidades. Além de arriscada, a atividade é ilegal e  fiscalizada pela Secretaria Estadual de Trânsito (Setrans). A mãe da menina desaparecida, Rosa Maria Araújo, está desesperada sem saber do paradeiro da filha.

A menina se chama Vitória Mikaelly Alves. Mora no bairro Santinho, em Barras. Ela foi vista pela última vez entrando em um carro Siena da cor prata na rodoviária Toinho Carvalho. Estava com mochila nas costas e uma bolsa, mas não levava dinheiro.

Nossa reportagem conseguiu entrar em contato com o motorista do carro. Ele afirmou ao longah que teria deixado a estudante próximo ao cemitério São José, em Teresina. “Ela não pagou a viagem e disse que uma pessoa ia pegá-la para pagar a passagem”. O motorista disse que não esperou. Disse ainda que ela falou que ia para o bairro Mocambinho.

A mãe de Vitória teme que ela esteja sendo mantida em cárcere privado. Ela não tinha telefone celular e tem mandado mensagens por whatsapp para pessoas da família. “Eu estou estranhando as mensagens com muito erros de português. Minha filha escreve bem Acho que não é ela”, diz chorando a mãe.

O número usado pela filha é o 86 99457 4980. Quando se disca o número, cai na caixa postal.

A mãe tentou registrar um Boletim de Ocorrência, mas a delegacia de Barras estava de portas fechadas em pleno sábado às 10 horas da manhã.

Quem souber do paradeiro de Vitória Mikaelly pode entrar em contato com a mãe Rosa Araújo através do telefone (86) 98114 1560.


Comentários

icone Facebook