José de Freitas/PI,  19 de fevereiro de 2020
 
5 de fevereiro de 2020 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Morre aos 93 anos, integrante da Banda de Música da Prefeitura de José de Freitas

Morreu aos 93 anos de idade, por volta das 11 horas desta quarta-feira (5 de fevereiro de 2020), no Hospital Prontomed, na capital do Piauí (Teresina), o músico Antônio de Moraes de Araújo, mais conhecido como Moraes, casado, pai de três filhos, que era integrante da Banda de Música da Prefeitura Municipal de José de Freitas-PI.

Moraes que já era aposentado, mas que ainda dava show com o seu saxofone na Banda de Música Estrela do Norte, do Município de José de Freitas, estava internado no Hospital Prontomed, há um mês após ter sido acometido por uma pneumonia e infecção, e no final da manhã desta quarta-feira, 5 de fevereiro, ele acabou indo a óbito.Músico Moraes com a esposa Maria José Rodrigues.

Recentemente, o músico que era muito conhecido e respeitado por todos em José de Freitas, teve complicações nos rins e passou por um tratamento de drenagem nos pulmões.Músico Moraes quando animava festa no seu seu saxofone atuando pela Banda de Música Estrela do Norte.

Moraes que era o músico mais idoso da Banda de Música da Prefeitura de José de Freitas-PI residia na Avenida Tabelião Marcelino Sampaio, no Centro da cidade de José de Freitas, ao lado da Casa Lotérica Sorte Grande, onde o seu corpo está sendo velado por familiares e amigos.

O músico Moraes deverá receber uma última homenagem dos seus colegas da Banda de Música Estrela do Norte.Veja ai o músico Moraes feliz quando participava da festa que comemorou 107 anos da Banda de Música da Prefeitura de José de Freitas.

O corpo do músico Moraes será sepultado no cemitério Santo Estevam, na Rua Edgar Gaioso, no Centro de José de Freitas, próximo ao estádio Jacob Sampaio Almendra.

Músico Moraes, além da família, deixou muitos amigos em José de Freitas-PI.

Antônio de Moraes Araújo deixa viúva a professora Maria José Rodrigues e os filhos Hermes, Eneida e Fernando Rodrigues.

Com informações do Saraiva Repórter


Comentários

icone Facebook