José de Freitas/PI,  26 de maio de 2022
 
3 de maio de 2022 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Operação Cerco Fechado VII prende 23 acusados de crimes em todo o Piauí

A Polícia Civil do Piauí deflagrou, nesta terça-feira (3), a Operação Cerco Fechado VII, para cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão, em todo Estado, relacionados à prática de crimes variados contra a sociedade. Até o momento, 23 pessoas foram presas.

Equipes policiais de diversas unidades distritais, metropolitanas, especializadas e do interior estão em campo. O objetivo da operação é reduzir a criminalidade em todo o estado.

De acordo com o delegado geral Luccy Keiko, o principal objetivo da sétima operação é o enfrentamento à criminalidade violenta. “Nós sempre analisamos as estatísticas e percebemos que estava no momento de fazermos uma operação de maior volume para dar aquele impacto que a sociedade merece com a nossa prestação de contas mostrando o que a gente está fazendo. Desde o dia 26 de abril que nós realizamos cumprimentos de mandados, já temos dezenas de mandados cumpridos e hoje a gente deu um start para aumentar e muito o cumprimento desses mandados de pessoas envolvidas com roubo, homicídio, latrocínio, tráfico de drogas”, declarou. 

“Várias unidades estão envolvidas nessa operação, especializadas, distritais e delegacias do interior. A gente tem que trabalhar de forma incessante para tentar reduzir essa criminalidade violenta, nós temos vários municípios envolvidos como Parnaíba, Picos, Oeiras, Floriano e diversas outras que estão cumprindo mandados. No final do dia vamos fazer o balanço da operação”, disse. 

Luccy Keiko declarou ainda que durante o cumprimento dos mandados a DEPRE realizou a prisão de um casal e a apreensão de R$ 10 mil em espécie. “Eu recebi a confirmação da Delegacia de Entorpecentes que um casal que se encontrava com uma arma de fogo, R$ 10 mil em espécie e uma certa quantidade de drogas”, acrescentou.  

As Operações Cerco Fechado acontecem desde o segundo semestre de 2021 e além de prisões e apreensões, em outras fases, realizou fiscalizações, bloqueios e barreiras em vários pontos da capital.

Fonte: MN


Comentários

icone Facebook