José de Freitas/PI,  19 de agosto de 2022
 
24 de junho de 2022 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

PI-112 em União é abandonada pelo Governo do Piauí e está destruindo pequenos negócios e causando doenças nos moradores

A rodovia PI-112 que liga Teresina aos municípios de Miguel Alves e Porto, está abandonada no trecho que corresponde ao povoado Novo Nilo, na zona rural do município de União-PI, a 64 km de Teresina, pelo Governo do Piauí e pela construtora Jurema, dos empresários Humberto Costa e João Costa, irmão do senador Marcelo Castro, presidente regional do MDB.

Sem ser concluído, o trecho não tem asfalto, apenas piçarra e como é muito movimentado, principalmente pelos caminhões da empresa Comvap, do Grupo Olho D’Água, de plantio de cana-de-açúcar e de produção de açúcar e etanol, a poeira é densa e tem causado doença na população e falência de  pequenos negócios.

Veja como está a PI-112, no município de União-PI.

Os moradores chegam a usar sinalização e a cana-de-açúcar que cai na rodovia porque os caminhões perdem o equilíbrio termina sendo devorada pelos porcos e jumentos que ocupam a pista da estrada com a possibilidade de acidentes e colisões grave.
“A culpa é do Governo do Estado, que começa uma obra e não termina. A poeira está me adoecendo e matando porque não consigo respirar porque estou com problema nos pulmões”, falou a aposentada Nicolina Alves de Oliveira Gomes, de 69 anos, que não consegue dormir durante a noite por inalar poeira durante o dia.
A professora Marilene dos Santos Costa disse que sua Escolinha Tia Marilene vai fechar por causa da poeira na rodovia PI-112.

Ela conta que os pais não querem mais mandar seus filhos para sua Escolinha Tia Marilene, de reforço escolar, porque não querem que fiquem doentes pela poeira inalada.


A Escolinha Tia Marilene fica nas margens da rodovia PI-112.
“Por causa da poeira estou perdendo meus alunos. Eu tinha 35 alunos matriculados e agora só tenho 19.  O jeito é fechar a escola se os alunos continuarem desistindo”, falou Marilene dos Santos Costa.
“As crianças adoecem com a poeira”, acrescentou o agricultor Agnaldo Nunes.
Próximo de Teresina, os operários da construtora Jurema estão usando picaretas e pás para retirar asfalto da rodovia PI-112 para recuperar trechos onde foram abertos buracos dois meses depois da conclusão das obras de recapeamento asfáltico da estrada.

Fonte: TV Piauí/Efrém Ribeiro


Comentários

icone Facebook