José de Freitas/PI,  26 de setembro de 2020
 
21 de julho de 2020 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Prisões por embriaguez ao volante crescem 29% nas rodovias do Piauí, diz PRF

O número de condutores flagrados conduzindo veículo sob efeito de álcool nas rodovias federais piauienses cresceu 17% nos primeiros seis meses de 2020. O dado faz parte de um levantamento divulgado nesta terça-feira (21) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que fez o comparativo com o mesmo período do ano passado. 

A quantidade de pessoas presas em flagrante por dirigir sob efeito de álcool também cresceu no período. De acordo com a PRF, o aumento foi de 29%, em relação ao mesmo período de 2019.

O levantamento foi realizado a partir de uma análise dos números de ocorrências envolvendo condutores alcoolizados em todo o estado nos primeiros seis meses de 2020. 

 “Os números indicam que, apesar da diminuição do fluxo de veículos devido ao isolamento social causado pelo novo coronavírus, a quantidade de autuações e de pessoas detidas sofreram um aumento significativo”, diz a nota da PRF.  Foram realizados nas rodovias federais piauienses, durante o período analisado, 28.099 testes de alcoolemia que resultaram em 680 autuações e 155 prisões em flagrante por crime de trânsito.

Apesar de ocorrer uma redução de 8% na quantidade de testes de alcoolemia oferecidos aos condutores, houve um aumento de 17% na quantidade de autuações e um aumento de 29% na quantidade de pessoas detidas. Durante o período, foram registrados 40 acidentes causados por ingestão de bebida alcoólica ao volante, sendo 9 deles considerados graves e que resultaram em 34 pessoas feridas e 3 mortos.

Esses números representam uma redução de 37,5% no número de acidentes, 64,0% nos acidentes graves, 49,3% no número de feridos e 40,0% no número de mortos.  A ingestão de álcool sofreu uma redução no ranking das principais causas de acidentes nas rodovias federais piauienses.

No primeiro semestre de 2020, o cometimento desse tipo de crime ocupa o quinto lugar, duas posições abaixo  do primeiro semestre de 2019, quando a ingestão de álcool era a terceira maior causa de acidentes. 

A Polícia Rodoviária Federal também  conseguiu mapear os locais com o maior número de acidentes causados pela ingestão de álcool no Piauí. A BR 343 concentra a maior quantidade de casos, com 20 acidentes e 19 feridos. Já a BR 316 é a mais letal, com 8 acidentes, 4 feridos e 2 óbitos.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, quem for flagrado conduzindo veículo sob o efeito de álcool pode ser autuado em R$ 2.934,70, receber sete pontos na CNH e poderá ser preso por cometer crime de trânsito.  

Fonte: Cidade Verde.com


Comentários

icone Facebook