José de Freitas/PI,  16 de junho de 2021
 
17 de dezembro de 2020 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Santos atropela o Grêmio e está na semifinal da Libertadores

O Santos está classificado para as semifinais da Libertadores. Com propriedade, o Peixe goleou o Grêmio por 4 a 1 nesta quarta-feira (16), no confronto de volta das quartas de final da Conmebol Libertadores, na Vila Belmiro.

Logo aos 11 segundo de partida, o Alvinegro saiu na frente, indo para o vestiário com a vitória por 2 a 0. No segundo tempo, o Santos marcou o terceiro, viu os gremistas descontarem, mas logo depois anotou o quarto. Kaio Jorge, duas vezes, Marinho e Laércio balançaram as redes pelo Peixe, sendo Thaciano, ex-Santos, autor do único gol do Imortal.

APITO INICIAL E GOL DO SANTOS
O apito inicial do árbitro colombiano Wilmar Roldan mal havia soado e o Peixe já comemorava o seu primeiro gol contra o Grêmio. Com 11 segundos, o atacante Kaio Jorge recebeu na grande área um passe que veio da saída de bola, driblou o goleiro Vanderlei e marcou o gol mais rápido de um time brasileiro na história da Libertadores. Foi o sexto tempo do atacante na temporada, sendo o quarto na competição continental.

E SÓ DA SANTOS

E não foi porque fez o primeiro gol nos primeiros segundos de partida, que o Alvinegro Praiano parou de agredir o Grêmio. Na saída da bola após anotar o primeiro tento, o Peixe recuperou a posse e quase marcou o segundo, com Marinho, mas parou em boa defesa do goleiro Vanderlei.

SANTOS AMPLIA

Se Marinho não aproveitou a primeira boa oportunidade, a segunda ele não perdoaria. Aos 15 minutos do segundo tempo, quando o Grêmio esboçava uma reação, Lucas Braga puxou um contra-ataque pelo lado esquerdo, cruzou por baixo e o camisa 11, de primeira, colocou no fundo da rede.

PEIXE SEGURA O GRÊMIO

Após sofrer dois gols em 15 minutos de jogo, aos poucos o Grêmio tentou se encontrar na partida. O Tricolor Gaúcho teve mais posse de bola que o Peixe na etapa inicial, mas pouco criou, já que os meias santistas fechavam os espaços centrais dos gremistas e não permitiam nem que eles avançassem a linha defensiva do Alvinegro. Resultado: se o Imortal finalizou seis vezes, mas apenas duas aos gol nos primeiros 45 minutos.

GOLPE DE MISERICÓRDIA

O Grêmio voltou para o segundo tempo com indícios de que iria para o tudo ou nada, já que o técnico Renato Portaluppi promoveu a entrada do meia-ofensiva Pinares no lugar do volante Darlan. Mas o que aconteceu quando a bola rolou na etapa final não exprimiu isso. O Peixe voltou tomando as rédeas do jogo e anotou o terceiro tento logo aos nove minutos da etapa final, novamente com Kaio Jorge que aproveitou um desvio de Lucas Braga para, na pequena área, emendar para o fundo das redes.

O MILAGRE DE JOHN

E ainda deu tempo do goleiro John fazer o seu milagre costumeiro. Aos 30 minutos do segundo tempo, David Braz encheu o pé em cobrança de falta e o arqueiro santista foi buscar, de mão trocada, no ângulo direito.

COM LEI DO EX, GRÊMIO DIMINUI

Aos 36 minutos do segundo tempo, o Grêmio descontou. Após cobrança de escanteio, o meia Thaciano, revelado pela base santista, completou o cruzamento e colocou no fundo da rede.

RESPOSTA RÁPIDA DO PEIXE

Menos de três minutos após sofrer o gol solitário do Grêmio, o Peixe sacramentou a sua classificação. Após blitz na área gremista, a bola sobrou para o lado esquerdo e foi cruzada para Laércio, de cabeça, anotar o seu primeiro tento com a camisa santista. O atleta que ficou semanas treinando isoladamente, à espera do Peixe ser desbloqueado na Fifa, por conta de pendências, e foi registrado após um hiato entre o pagamento da dívida com o Hamburgo (ALE) e o início da punição referente as inadimplências com Huachiapto (CHI) e Atlético Nacional (COL) foi premiado com um gol nas quartas de final da Libertadores, poucos minutos após sair do banco de reservas, entrando no lugar do volante Alison.

Fonte: Terra


Comentários

icone Facebook