José de Freitas/PI,  2 de dezembro de 2021
 
8 de fevereiro de 2021 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Sargento da PM é detido em Teresina suspeito de abusar de paciente na UPA do Renascença

Um sargento da Polícia Militar do Piauí foi detido, na madrugada de sábado (06), suspeito de ter abusado sexualmente de um paciente na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no bairro Renascença, zona Sudeste de Teresina.

Segundo nota da Fundação Municipal de Saúde (FMS), a diretoria da UPA, assim que recebeu a denúncia de que um policial militar teria abusado de um paciente, comunicou o fato ao Comando da Polícia Militar.

Ainda segundo a nota, a vítima prestou queixa e o policial foi levado pela Polícia Militar.

A diretoria da UPA do Renascença informou através de nota, que assim que recebeu a denúncia de que um policial militar teria abusado de um paciente, na madrugada de sexta para sábado (06), comunicou o fato ao Comando da Policia Militar. A vítima prestou queixa e o policial foi levado pela Polícia Militar ainda durante a madrugada. O caso agora é da responsabilidade da PM do Piauí.

Veja nota da FMS na íntegra

A diretoria da UPA do Renascença informa que assim que recebeu a denúncia de que um policial militar teria abusado de um paciente, na madrugada de sexta para sábado (06), comunicou o fato ao Comando da Policia Militar. A vítima prestou queixa e o policial foi levado pela Polícia Militar ainda durante a madrugada. O caso agora é da responsabilidade da PM do Piauí.

Já a diretoria de comunicação da Polícia Militar do Piauí, disse em nota que ao tomar conhecimento da ocorrência, a corregedoria adotou todas a previdências legais cabíveis ao caso, inclusive a detenção, autuação e condução do policial para o Presídio Militar.

A nota informa ainda que a autuação foi encaminhada à justiça e será julgada na esfera criminal pelo juízo competente.

Veja nota da PM na íntegra

A PMPI diante dos acontecimentos da ocorrência na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Renascença, presta as seguintes informações:

1. Ao tomar conhecimento da ocorrência, a corregedoria adotou todas as providências legais cabíveis ao caso, inclusive a detenção, autuação e condução do acusado para o Presídio Militar após lavratura dos procedimentos adequados;

2. A autuação foi encaminhada à justiça e será julgada na esfera criminal pelo juízo competente.

Teresina, 07 de fevereiro de 2021.

ELZA Rodrigues Ferreira Ten Cel PM Diretora de Comunicação Social 

Fonte: 180 Graus


Comentários

icone Facebook