José de Freitas/PI,  26 de junho de 2022
 
11 de junho de 2022 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Sílvio Mendes acusa Wellington e Rafael de pedirem R$ 10 bilhões de empréstimos e estão usando principalmente na campanha eleitoral

O pré-candidato do União Brasil ao Governo do Piauí, Sílvio Mendes, afirmou, na noite da última quinta-feira (9 de junho de 2022), no Colégio Progresso, no conjunto Dirceu Arcoverde I, na Zona Sudeste de Teresina-PI, que o ex-governador Wellington Dias (PT), pré-candidato ao Senado, e o ex-secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, pré-candidato ao Governo do Estado, fizeram empréstimos no valor de R$ 10 bilhões, que estão sendo usados principalmente na campanha eleitoral.

“Um engenheiro foi medir qual o tamanho de um pacote de R$ 1 bilhão. Sabe qual o tamanho de um pacote de R$ 1 bilhão em notas de R$ 100,00 enche a carroceria de um caminhão. O dinheiro que nós estamos pagando comporta em dez caminhões, um atrás do outro, para ir não sei para onde, mas principalmente para a campanha eleitoral. Eu estou dizendo nomes, eu estou citando nomes. Quem é o responsável? É o ex-governador Wellington Dias. É ele, foi ele e seu candidato, que não passa de um cobrador de impostos. Imposto ele sabe cobrar bem. O que ele fez pelo povo do Piauí?  Na educação, ele não fez e na saúde não fez e na segurança pública também não. Agora quer dizer que vai fazer e continuar um governo, que não fez o que precisava. Cada um decide o futuro, qual o rumo que quer tomar. Nós temos experiência, nunca roubamos, nunca, podem ter certeza. Eu nunca botei parentes no governo, nunca precisei de governo, nunca. E vai ser assim se assim for a decisão de vocês. Como você pode imaginar um governo, em que a Polícia Federal entra em seu palácio? E foi mais de uma vez”, falou Sílvio Mendes.

Sílvio Mendes declarou que Wellington Dias e Rafael Fonteles fizeram empréstimos de R$ 500 milhões e afirmam que existem 200 mil analfabetos.


Para ele, Wellington Dias e o PT tiveram 20 anos de gestão no Governo do Estado e não acabaram com o analfabetismo.
“Eles tiveram 20 anos para acabar com o analfabetismo e não acabaram. Eles tomaram empréstimos de R$ 500 milhões emprestados e dizem que tem 200 mil piauienses analfabetos”, declarou Sílvio Mendes.
O pré-candidato ao Senado pelo PP, Joel Rodrigues, declarou que faltam leitos nos hospitais, as pessoas estão morrendo em ambulâncias e, mais grave do que isso, é saber que a grande maioria dos piauienses espera seis meses, espera um ano para ter um exame de imagens, ter acesso às especialidades médicas.

“Wellington Dias já foi tudo: vereador, deputado estadual, deputado federal, senador, governador por quatro vezes, não tem mais o que dar”, falou Joel Rodrigues.
Sílvio Mendes e Joel Rodrigues criticaram a governadora Regina Sousa (PT) e Wellington Dias, que são contra zerar o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Fonte: TV Piauí/Efrém Ribeiro


Comentários

icone Facebook