José de Freitas/PI,  26 de junho de 2022
 
18 de maio de 2022 Informações da Postagem: Por Luís Silva Imprimir Postagem

Wellington Dias já abandonou a candidatura de Rafael Fonteles; “ele está desesperado para se eleger”

O ex-governador e pré-candidato a senador, Wellington Dias, manteve contato por telefone com um prefeito piauiense ao longo da semana passada e pediu apoio do mandatário municipal para a chapa governista, que tem ele e Rafael Fonteles, pré-candidato do PT ao governo do estado, na chapa majoritária, contando ainda com a presença do deputado Themistocles Filho (MDB), presidente da Assembleia, como candidato a vice.

O prefeito disse ao ex-governador que não podia apoiar a pré-candidatura de Rafael Fonteles Dias porque já tinha compromisso com Silvio Mendes, do União Brasil, que tem a deputada federal Iracema Portela como pré-candidata a vice e Joel Rodrigues, ex-prefeito de Floriano, na pré-candidatura ao Senado.

Na sequência, ao ouvir essa resposta, Wellington Dias disse ao prefeito que não estava pedindo apoio para o pré-candidato a governador Rafael Fonteles e sim para sua pré-candidatura ao Senado. O senador e ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, disse que a escutou de um amigo e completou que não citaria o nome do prefeito para não criar constrangimentos ao mesmo.

“Mas isso demonstra claramente que o Silvio (Mendes) está enganado sobre Wellington Dias. O Silvio disse que o Wellington está com medo. Na verdade, ele está desesperado. E já começa a abandonar o barco. Veja do que ele é capaz. Quando o prefeito disse que tem lado, que é dos Progressistas e apoia Silvio Mendes, ele rapidamente foi mudando de conversa e disse ‘eu tô pedindo o apoio é pra mim’. Olhe que tipo de gente é esse povo”, afirmou Ciro Nogueira, durante discurso na cidade de Altos, 42 km de Teresina.

O ministro disse ainda que o pré-candidato a senador tem ouvido várias negativas por parte de prefeitos, vereadores e lideranças municipais por conta da desastrada atuaçao como governador nos últimos anos e por ter transformado o Piauí numa espécie de feudo particular. O ministro confirmou que manteve contato direto com vários prefeitos e que estes afirmam que seus municípios foram abandonados pelo governo do estado, apesar de vários convênios e pedidos de serviços assinados. 

“Os recursos e serviços nunca chegam e quando chegam são obras de qualidade duvidosa e com a obrigação do compromisso político por cima”, completou. Ele citou a questão das estradas e dos hospitais.

Diante disso, a maioria dos prefeitos não quer dialogar com Wellington Dias, porque entenderam que é preciso dar um basta no reinado do ex-governador, porque aos 30 anos de mandato ele não teria mais nenhum compromisso com a população e sim apenas com a manutenção do seu poder político e pessoal. (Toni Rodrigues)

Fonte: TR Noticias


Tags:

Comentários

icone Facebook